Fetiesc

Fetiesc e Fespam se solidarizam com a greve geral do povo Argentino programada para o dia 24 de janeiro

A Federação dos Trabalhadores nas Indústrias do Estado de Santa Catarina (FETIESC) expressa, sua mais profunda solidariedade aos sindicalistas argentinos que se mobilizarão em uma greve geral no próximo dia 24 de janeiro. Entendemos a importância desse ato como uma manifestação legítima em defesa dos direitos trabalhistas e contra as recentes medidas adotadas pelo (des)governo de Javier Milei.

É com grande preocupação que observamos as ações do governo argentino, que, por meio de uma campanha, busca desencorajar a participação dos trabalhadores nessa greve essencial convocada pela Confederação Geral do Trabalho (CGT). Reconhecemos o direito fundamental dos trabalhadores de se manifestarem pacificamente em prol de seus interesses e em defesa de condições laborais dignas.

A exemplo do que sofremos no Brasil com os governos ultraliberais de Temer e Bolsonaro, a FETIESC repudia as alterações nas leis trabalhistas propostas pelo governo de Javier Milei, bem como o mega-projeto de lei que aborda a criminalização de manifestações. Entendemos que tais medidas podem representar um retrocesso significativo nos direitos conquistados pelos trabalhadores ao longo dos anos.

Neste momento crucial, reiteramos nosso apoio incondicional à luta dos sindicalistas argentinos e destacamos a importância da solidariedade internacional entre os trabalhadores. Acreditamos que, unidos, podemos resistir às investidas que visam enfraquecer os direitos trabalhistas e a democracia.

Estamos acompanhando de perto os acontecimentos na Argentina e permaneceremos atentos para oferecer qualquer apoio necessário. Que a força e a união dos trabalhadores argentinos sejam instrumentos poderosos na busca por um ambiente de trabalho justo e digno.

Imprensa Fetiesc

Imprensa Fetiesc

Adicionar comentário